FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
2
A quantidade de vidas e histórias que circularam naquele ambiente no qual não havia nenhuma definição certa de área de interesse inquietava-me quanto mais eu brincava de devanear acerca disto. Algumas pessoas que ocuparam aquele mesmo espaço muito antes deste que vos fala já estavam pra lá de Bagdá e outras nem existiam mais. Gente que bateu as botas e gente que foi pra casa do... pipi.Clicando aqui, você lê a crônica completa
2
7
Vi a fusão entre os dois carros avariados... ou seria, nessa altura, um apenas? De certo modo, o que possuímos em nossas vidas é isso: o que edificamos e o que acontece além do nosso controle. A mescla destes dois elementos dá-nos o que temos no presente instante. E a chuva? A chuva são as condições adversas: o galho de árvore que caiu justo na hora em que eu passei.Clicando aqui, você lê o texto completo
7
3
Dois advogados conversavam sobre um processo de danos morais. Enquanto cuspiam jargões advocatícios pros quatro cantos daquela panificadora secular, fundada em 1872, faziam questão de mirar de soslaio os três candangos ignorantes que passavam a constituir público estupefato, e enfatizavam palavras estranhas ao vocábulo dos matutos.Clicando aqui, você assiste ao vídeo com animação digital
3
Clique sobre o baralho!