FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
Q
– Doutora, o meu problema é muito constrangedor...
Ela arregalou os belos olhos verdes e fingiu estupefação pra consolar-me, mas, no fundo, ela só queria que eu continuasse falando pra divertir-se com a minha desgraça. Li o livro “O Corpo Fala”. A boca da jovem médica abriu-se pra sincronizar com os olhos. A moça escolheu a profissão certa, era uma péssima atriz. Sua fisionomia exalava sorriso sarcástico.Clicando aqui, você ouve a crônica
Q
A
O Espaço Unibanco de cinema é um dos raros locais de São Paulo que me dão a sensação de estar mandando às favas essa maníaca obsessão de cumprimento de horários e compromissos urgentes. Quase um oásis no meio desse hospício disfarçado de cidade.Clicando aqui, você ouve a crônica
A
2
É fato que o brilho do sol motiva-nos a voar em busca de nossos sonhos. Pesquisas comprovam que até a bolsa de valores sobe nos dias mais bonitos. Porém, por mais tocante que seja o resplandecer deste astro luminoso tão lindo, há amanheceres que nem o seu banho de energia empolga-nos a ponto de mover-nos a crer que o mundo é nosso.Clicando aqui, você assiste ao vídeo com animação gráfica
2
Clique sobre o baralho!