FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Biscoito da Sorte
Aceita um biscoito da sorte? É só clicar e descobrir a surpresa que tem dentro dele pra você!
X
Aquele último acorde é você ausente
Sua última imagem presa à minha mente
Em mim, a canção continua tinindo
Frente aos meus olhos, está você, sorrindo.

Estou sonhando, mas finjo estar acordado
Estou com frio, me aqueço ao travesseiro, abraçado
Aquela forte chuva lá de fora
É ignorada pelo meu sonho, agora.

E o maldito Relâmpago Anjo
Invade-me, formando o seu rosto
Felicidade, no momento, esbanjo
Pra admirar o que me foi exposto.
(Trecho da transcrição da fala do filme "O Relâmpago Anjo")
Clicando aqui, você assiste ao filme
X
Palavras do pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém.

Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade.

Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol?

Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece.

Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu.

O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos.

Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.
(Trecho do livro bíblico Eclesiastes)
Clicando aqui, você ouve o podcast sobre o Livro Eclesiastes. Nele, Marcelo Garbine Mingau Ácido e sua turma debatem – com bom humor – sobre o livro mais polêmico da Bíblia
X
Marx usou sua voz rouca
Pra mandar Engels calar a boca
Engels saiu correndo até o banheiro
Rebolando como uma dama de p.u.t.e.i.r.o.

O Gesto daquela menina safada
Foi interpretado por Karl Marx
Que correu pela escada
Dizendo que precisava passar um fax.
(Trecho da letra de música "Eu vi Marx comendo Engels")
Clicando aqui, você lê a letra completa
X
Cansou de dançar ciranda
E resolveu montar uma banda
Comprou uma bateria
E aprendeu como se batia.

Arrumou uma mina
Abandonou o banheiro
Dizia ser sua sina
Ter virado maconheiro.
(Trecho do filme "Abram os ouvidos, o baterista sumiu")
Clicando aqui, você assiste ao filme
X
Hoje, eu sei o que eu não sabia
A vida é fria e até corrói
Pela janela, já era dia
Você é linda e isso dói.

A minha esquerda estava vazia
Você sumiu com a madrugada
Pela janela, já era dia
Não há mais contos, não há mais fada.
(Trecho da transcrição da fala do filme "A madrugada acabou")
Clicando aqui, você assiste ao filme
X
E se o amanhecer me disser

Sinestesicamente

Que vermelho é o Khmer

Que luta complacente.Clicando aqui, você ouve a música